I Tarot e eu. Como tudo começou?

O Tarot é um oráculo, e as pessoas sempre os usaram… Essa palavra significa ”falar” e também ” comunicação divina em resposta a uma súplica ou pedido”. Frase retirada do Liro Oráculo da Deusa.

Arquivo Pessoal
Eu em meu primeiro mês fazendo tarot na Argentina. 05/2017.

Minha história com o tarot

Comecei a aprender tarot na Argentina, me lembro como se fosse ontem de minha Maestra, ela tinha uma face de Anciã, me transmitia sabedoria. Eu não a busquei, não naquele momento. Confesso, meses antes, eu tinha muita curiosidade sobre o universo do tarot, mas ele simplesmente não fluiu.

Quando, em um dia comum, de caos interno do meu passado, caminhando pelas ruas de terra do povoado argentino, San Marco Sierra, tive uma conversa com um francês sobre transcendência e espiritualidade, o qual me disse: Minha mãe faz tarot e você irá conhece-la em breve.

San Marco é um povoado fora do espaço tempo construído socialmente, ele flui em seu próprio tempo… Passei dias dormindo no sótão da casa do Remi, na mesma casa viviam ele, seu pai, um marceneiro e seu irmão um clown (a tradução mal feita seria palhaço) e um dia o Remi me chamou para caminhar no povoado e me levou até sua mãe. Que ao me olhar, já sabia que me conhecia, começou a tirar suas cartas de tarot Marselha, a falar muitas verdades e a principalmente me ensinar tudo que sabia, me disse: Agora é a sua vez, você terá que aprender a fazer isso, está escrito no seu destino. Mas isso chegará em você naturalmente, é só possuir suas cartas que já o que fazer.

Eu não havia entendido muito bem, e sei, que a maior fé que temos que depositar é em nós mesmos, porque a fé tem poder de realizar qualquer desejo. Enfim, era melhor eu acreditar que sou capaz do que na palavra de outra pessoa, pois assim, também não haverá um bode expiatório para eu colocar a cargo da minha falta de fé ou dedicação.

Em uma tarde conheci um grupo de Argentinas que fazia música na praça e nos tornamos amigas a ponto de eu as convidar para casa do Remi. Uma delas um dia me disse ‘’O seu primeiro tarot tem que ser um presente’’ e me presenteou com um Tarot de Marselha.

Introdução ao Tarot II – Continuação do post

Gratidão, qualquer dúvida é só comentar em baixo do post.

Trilha sonora: He Yama Yo – Curawaka

 

 

 

Anúncios

Categorias:Espiritualidade, Tarot e OráculosTags:, , , ,

1 Comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s