Deixe de ser trouxa.

Tenho ou me faço de trouxa? Eis a questão que abriu minha reflexão.

E a conclusão: é só você que tem total poder sobre sua vida.

 

Tudo se baseia na nossa mente viciada em repetir padrões, esse que nos tornam acomodados em vidas infelizes só por ser o caminho mais fácil.  Logo, criamos apegos ao passado, a pessoas, e desenvolvemos medos e inseguranças, TUDO que adia viver a plenitude do hoje.

 

Primeiros indícios:

  • Querer estar onde não está ou querer estar com pessoas que não querem estar presentes.

Um amigo um dia compartilhou comigo A chave do Sol.

Nada mais é do que 3 perguntas que você deve se fazer todos os dias.

  • Quem sou? Você deve saber quem é para não se sentir inseguro.
  • Onde estou? Você deve saber onde está para não estar perdido
  • Qual é a minha missão? Tem que ter um propósito para não ser figurante.

Sabe aquilo de estar na hora errada no lugar errado? Quando você começa a responder essas 3 perguntas a onde estiver, nunca mais acontecerá isso, sabe porque? Você estará no lugar certo na hora certa e consciente disso.

 

Sobre pessoas não presentes.

Essa creio que foi a parte mais difícil para eu, além de entender que estar longe não quer dizer que as pessoas deixaram de se amar apenas que seguiram caminhos diferentes. Logo, por vibrarem energia diferente. Amor, puro, é longe do apego de querer possuir as pessoas sempre por perto. Amor que dizer também voar, e se voltar a vibrar a mesma energia, retorna; mas longe disso devemos viver na esperança… E assim, o próximo tópico:

 

  • Alimentar o passado como se fosse tão valioso quanto o hoje.

Pode ser que o passado foi incrível, foi um conte de fadas, mas ele não existe mais. Creio que nosso maior índice de nos predermos a ele, são as lembranças, aquele papel de bombom, aquela foto sorrindo… Foi lindo, mas foi. O meu conselho mais forte é: Queime. Coloque fogo em tudo que te faz deixar de viver o hoje para pensar no que um dia foi. Queime, porque assim transmuta, assim deixa livre para que se transforme. Coloque essa intenção enquanto observa o fogo tomar conta, peça a ele que transmute, que transforme em algo melhor. E principalmente, perdoe. Perdoe de coração todas as pessoas que fizeram parte da sua vida, libere-as de qualquer divida, tudo foi como deveria ser para a aprendizagem.

 

  • Forçar pessoas a se enquadrarem em seus ideais.

Esse nada mais é do que a resistência em alimentar o passado, queremos que as pessoas sejam aquelas que um dia foram, ou que elas sejam aquilo que nós criamos expectativas. As pessoas são o que são e isso não isso não diz nada sobre você e sim sobre elas. Umas pessoa que tem uma fala agressiva com você não quer dizer que você mereça-as e sim que a pessoa é simplesmente agressiva com ela mesma e vice-versa.

 

  • Idealizar as pessoas e fechar os olhos para as atitudes delas, fechar para para comportamentos alheios que te fazem mal.

Isso é romantismo puro. Como aquela de tentar mudar as pessoas, de acreditar que elas mudam por você. Ilusão. Aceite que as pessoas são o que elas são e busque estar com pessoas que vibrem a sua energia. Não sabe qual é a sua energia? Volte para o primeiro tópico, busque se conhecer. E aqui vão algumas dicas para o autoconhecimento.

 

Finalidade, colorir novamente os seus dias com sua paz interior.

  • Quem sou eu? O mais básico.
  • O que gosto de fazer?
  • O que gosto de comer?
  • O que gosto de ouvir?
  • O que gosto de conhecer?
  • Para onde quero ir? Porque?
  • O que quero aprender?

 

Se as respostas para essas perguntas forem as mesmas de 1 ano atrás, há problemas… Porque você já não é mais a mesma de 1 ano atrás, claro, algumas coisas até podem coincidir. Mas o meu conselho é:

Veja além da sua caixa: Se você gosta de caminhar no parque aos domingos e faz isso todos os domingos, no mesmo parque, onde gosta de tomar o seu açaí, escutando seu jazz.

Que tal: Ir em outro parque, entrar em algum lugar diferente para comer um pedaço de bolo vegano e escutar o som daquela banda que você nunca escutou antes, mas a encontrou quando jogou a palavra ‘’Sol de la mañana’’ no Youtube?

A cada dia se proponha a fazer algo novo.

 

  • Se tornar tão apegada e viver pronunciando o medo de ”perder”.

Seja grata, a tudo que tem hoje, entenda que é um presente da vida, mesmo que seja mostrada de uma forma difícil para aprendizagem. Entenda que você só possui uma coisa nessa vida, a sua própria vida. Quando se torna dono dela os demais deixam de ser objeto de preocupação com apego.

 

  • Ficar tentando provar para as pessoas o quanto você é ”boa”, olha o que estão perdendo.

Quando você percebe que tudo que pode oferecer é amor e se as pessoas não aceitarem, é um problema delas e não seu. Se as pessoas decidirem ir, é problema delas e não insuficiência sua. Faça sempre o seu melhor, aqui o post que falo sobre. Faça e saia de consciência limpa, você fez sem esperar nada além do que recebeu.

 

Post de indicação do Livro os 4 Compromissos.

 

Eu confesso que já fui preza a todos esse tópicos que listei acima e não é fácil solta-los, é um processo constante de liberação e foi assim que eu disse: eu topo! Recomeçar. E eu vou muito longe, me coloco em situações totalmente desafiadoras e fora da minha zona de conforto, eu cruzo países mas nada disso muda se eu continuar a repetir padrões. Há de ter um consciência firme e leal, que honre não desistir de si mesmo e não aceitar a tristeza como condição de vida.

Porque  tudo isso Mirella? Porque quando você aceita que tudo muda se torna mais presente para viver o hoje. E para sentir-se mal por o que passou porque seu melhor presente é poder viver esse momento único, insubstituível e sem retorno, o agora.

Para saber como sintetizei tudo isso, recomendo ler o post sobre Meditação Vipassana.

 

 

 

Anúncios

Categorias:Espiritualidade, O despertar de uma nova consciênciaTags:, , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s